English Português

APL de Asas Rotativas e Defesa de Itajubá é destaque na 7ª Mostra BID 

A ABIMDE (Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança), em parceria com a ApexBrasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), realizou, nos dias 06, 07 e 08 de Dezembro a 7ª Mostra BID Brasil, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília (DF). O evento reuniu os maiores players do mercado setor de segurança e defesa terrestre, aérea e naval e promoveu uma agenda de negócios e networking.

Consolidado como o principal nacional evento de Defesa e Segurança, a 7ª Mostra BID Brasil contou com cerca de 90 empresas expositoras e 40 apoiadores institucionais, entre eles, o Ministério da Defesa, o Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovações, as Forças Armadas e de Segurança do Brasil, e o  APL de Asas Rotativas e Defesa de Itajubá, além da presença de delegações, comitivas, adidos militares e embaixadores de vários países.

Durante a exposição, o APL pode apresentar as empresas de Itajubá que o compõem, suas soluções e estabelecer cooperação/parcerias com diversos representantes de países em desenvolvimento. Na agenda, foram recebidos no stand do APL, representantes das Embaixadas dos Estados Unidos, Bolívia, Turquia, Canadá, Indonésia, França, Itália, Bangladesh, África do Sul, Tailândia, Espanha, Ucrânia, Suécia, Alemanha e Coreia do Sul. Destaque para a Embaixadas da Suécia, país que está na linha de frente da guerra na Ucrânia e está aumentando vertiginosamente seus gastos com defesa. Toda a agenda foi construída em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais, através da sua Diretoria de Exportações, em parceria com Invest Minas (Agência de Promoção de Investimentos e Comércio Exterior). 

De acordo com José Fernando Grassi Bissacot, secretário de Ciências, Tecnologia, Indústria e Comércio de Itajubá, “O APL de Itajubá representa hoje 70% do segmento de Defesa em Minas Gerais. O arranjo é composto por 44 instituições e empresas, e gera aproximadamente 5 mil empregos, faturando R$ 1 Bi por ano. O grande interesse mundial em drones, coloca o APL como um polo de interesse para os investidores e compradores”.

“A Mostra foi uma excelente oportunidade de apresentarmos o APL e sua empresas, e para 2023 esperamos poder trazê-los em Itajubá pessoalmente para visitar o APL e solidificar a relação”, ressaltou Maurício Bitencourt, diretor da INOVAI, gestora do APL.  

Participaram também da Mostra, representando o APL, a Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI), Black Bee Drones (1ª equipe acadêmica de drones autônomos da América Latina), SIMMMEI, Helibras, Imbel, XMobots, NexAtlas, Aerotron e Stabilus.  

Compartilhe esse conteúdo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp