English Português

HVEX, startup do Ecossistema Itajubá HardTech que atua no setor de energia, recebe investimento do Fundo Primatec

A High Voltage Equipment Ltda (HVEX) é a mais nova aposta do fundo de investimentos Primatec, focado em empresas de tecnologia e inovação. A startup graduada, que atua no setor de energia acaba de receber um aporte do fundo que hoje tem 100 milhões de reais em administração na carteira.

A HVEX, foi criada em 2011 por alunos a Universidade Federal de Itajubá/MG e em 2018 foi considerada pela Endeavor como uma das empresas que mais cresceu no Brasil.

Procurando investir seus esforços para alavancar ideias e projetos inovadores para o setor elétrico, se tornou pioneira na fabricação de equipamentos para laboratório em alta tensão no Brasil, desenvolvendo a melhor forma de atender seu público-alvo a partir de pesquisa de novas tecnologias e trazendo novas metodologias de estudos e ensaios para a indústria nacional.

Hoje a HVEX se destaca como única fabricante de equipamentos para laboratório de alta tensão e pelos seus projetos de P&D, procura unir essas duas expertises para trazer tecnologias dentro das áreas de smart city e smart grid, levando tecnologia e análise de dados para o setor elétrico.

Para Guilherme Ferraz, CEO da empresa, “esse é o resultado de todo um esforço e dedicação em equipe, após meses de trabalho árduo, auditorias e revisão de plano de negócios concluimos com um contrato de investimento do fundo Primatec. Este recurso permitirá investir em novos projetos, infraestrutura, pessoal dentre outras melhorias, objetivando nos tornar referência no mercado nesses aspectos.”

Sobre o Fundo Primatec:

O Primatec é um Fundo de Investimento em Participações destinado a investir em empresa inovadoras, com alto potencial de crescimento e geração de valor. O Fundo nasceu a partir do programa Inova Empresa da FINEP, é gerido por Antera Gestão de Recursos e tem a Brain Ventures como consultor operacional.

O Primatec investe prioritariamente nos setores de Tecnologia da Informação e Comunicação (TICs), Energia, Sustentabilidade e Economia Criativa. Empresas e empreendedores passam por um criterioso processo que seleciona os melhores negócios que estejam associados à Parques Tecnológicos em todo o território nacional.

Compartilhe esse conteúdo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp