English Português

PARQUE CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DE ITAJUBÁ TEM SUA PRIMEIRA PEDRA FUNDAMENTAL LANÇADA 

Aconteceu em 8 de julho, sexta-feira, cerimônia que marca o início da construção da nova sede do Laboratório Nacional de Astrofísica (LNA) no Parque Científico e Tecnológico de Itajubá (PCTI). Esta é a primeira pedra fundamental do PCTI e marca o início efetivo das obras da primeira instituição que será instalada no local.

Estiveram presentes o Ministro de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), Paulo César Alvim; o Presidente da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), General Waldemar Barroso Magno Neto; o Diretor do Laboratório Nacional de Astrofísica, Wagner José Corradi Barbosa; o Secretário de Empreendedorismo e Inovação, José Gustavo Gontijo; o Secretário Executivo do MCTI, Sérgio Freitas; o Reitor da Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI), Prof. Dr. Edson da Costa Bortoni; o Prefeito Christian Gonçalves, o Vice-Prefeito e Secretário Municipal de Saúde, Dr. Nilo Baracho,entre outras autoridades do município, estado e país.

Com a aprovação da FINEP, órgão financiador do Governo Federal, serão investidos um total de R$ 30 milhões na construção da nova sede do LNA. “Este é mais um braço importante para a geração de emprego e renda na nossa cidade, o que movimentará a nossa economia. É um momento de muita honra para nós. A médio prazo, toda a nossa população poderá observar isso”, disse o Prefeito Christian.

A instalação do LNA no PCTI, que já é considerado um dos maiores centros tecnológicos do Sul de Minas, reforçará ainda mais a grandiosidade do Parque. “Ter uma instituição como o LNA em nossa cidade é um grande diferencial para qualquer ecossistema de inovação e tecnologia. Dentro do PCTI, o LNA será uma instituição âncora, atraindo muitas outra iniciativas voltadas à inovação e tecnologia, podendo contar, inclusive, com prestação de serviços para instituições parceiras como a Universidade Federal e empresas incubadas e graduadas do município”, explicou o Secretário Municipal de Ciência, Tecnologia, Indústria e Comércio, Fernando Bissacot.

Na nova sede, o LNA também continuará prestando serviços à comunidade, o que inclui projetos educacionais de astrofísica com a instalação de um telescópio para observação didática das crianças.

SOBRE O LNA

O LNA funcionará na nova sede a partir de 2025 (data estimada). O novo local tem área construída de 6,5 mil m², três vezes maior que a sede atual localizada no bairro Nações. A instituição federal ligada diretamente ao MCTI já está em Itajubá há mais de 40 anos e tem como parceiros grandes redes mundiais de inovação e tecnologia na área de astrofísica como a NASA (National Aeronautics and Space Administration), a Corporação Estatal de Atividades Espaciais Roscosmos, agências espaciais japonesa e alemã, entre outras.

Fonte: Prefeitura Municipal de Itajubá 

Compartilhe esse conteúdo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp